Publicidade

"Adoro ser o topo dentro do Estado. Sou eu quem o destrói", confessa Milei, sem remorso; A declaração ocorreu durante a visita do mandatário aos Estados Unidos

Javier Milei. Foto: Reuters / Agustin Marcarian 

06/06/2024 às 17h30 Atualizada em 08/06/2024 às 06h33
Por: Redação
Compartilhe:
"Adoro ser o topo dentro do Estado. Sou eu quem o destrói", confessa Milei, sem remorso; A declaração ocorreu durante a visita do mandatário aos Estados Unidos

Javier Milei. Foto: Reuters / Agustin Marcarian

247 – O presidente da Argentina, Javier Milei, voltou a atacar o Estado, afirmando que ama ser o que o “destrói por dentro”. Ele ainda reiterou o rumo da própria gestão e reforçou a ideia de “batalha cultural” que pretende travar. A declaração ocorreu durante a visita do mandatário aos Estado Unidos. 

“Adoro ser o topo dentro do estado. Sou eu quem destrói o Estado por dentro”, afirmou em entrevista ao veículo Free Press. "É como estar infiltrado nas fileiras inimigas. A reforma do Estado deve ser feita por alguém que odeia o Estado e eu odeio tanto o Estado que estou disposto a suportar todo tipo de calúnias, injúrias, mentiras, tanto sobre minha pessoa quanto sobre meus entes mais queridos, que são minha irmã, meus cães e meus pais, com o objetivo de destruir o Estado".

Milei ainda argumenta que, apesar de odiar o Estado, ele deve se envolver na "arena política". Ele afirma que a Argentina está passando pelo maior ajuste fiscal da história humana e que isso só é possível graças ao seu mandato. Milei também reforçou a política governamental de acabar com ministérios e demitir servidores públicos, garantindo que as ações do atual governo argentino eliminaram regulamentações e corrupção. (Com informações de O Globo).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.