Publicidade

Rivaldo Barbosa estabeleceu diretrizes para o assassinato de Marielle, diz Ronnie Lessa

De acordo com o ex-PM, os irmãos Brazão, suspeitos de terem sido os mandantes do crime, defendiam as recomendações do ex-chefe da Polícia Civil do Rio

08/06/2024 às 06h35 Atualizada em 09/06/2024 às 05h49
Por: Redação
Compartilhe:
Rivaldo Barbosa estabeleceu diretrizes para o assassinato de Marielle, diz Ronnie Lessa

Ronnie Lessa (Foto: Reprodução)

247 - O ex-policial militar Ronnie Lessa sinalizou que as pessoas envolvidas no assassonato da ex-vereadora do Rio Marielle Franco (PSOL) pretendiam seguir algumas normas adotadas pelo ex-chefe da Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro Rivaldo Barbosa.

De acordo com o ex-PM, os irmãos Chiquinho Brazão (deputado federal expulso do União Brasil-RJ) e Domingos Brazão (ex-conselheiro do Tribunal de Contas - TCE-RJ) queriam implementar diretrizes estabelecidas pelo delegado para não deixar autoridades descobrirem detalhes do crime. Na época do assassinato, Barbosa era chefe da Polícia Civil do Rio. Ele e os irmãos Brazão foram presos.

“Isso chamou muita atenção também porque a impressão que ele passa é que o Rivaldo é quase parte integrante do plano inicial, isso ele passa pra gente de uma forma, que ele batia a cabeça de uma forma que ele reverenciava o Rivaldo, era o suporte da operação”, disse Lessa, conforme relato da CNN.

Investigadores apuram se o crime tem a ver com as denúncias feitas por Marielle contra a exploração imobiliária ilegal no municípios do Rio, o que teria contrariado interesses da família Brazão.

A ex-vereadora foi morta por integrantes do crime organizado em março de 2018, num lugar sem câmeras na região central do Rio. Lessa é réu confesso - ele efetuou os disparos que mataram a ex-parlamentar. Quem dirigia o carro onde ele estava era outro miliciano, Élcio Queiroz, que admitiu ter conduzido o veículo.

chiquinho-domingos-brazao-marielle

chiquinho-domingos-brazao-marielle
Chiquinho e Domingos Brazão e Marielle Franco. Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados | Reprodução/Marielle, o documentário | Mídia NINJA

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.