Publicidade

Pastor é preso após compartilhar vídeos de pornografia infantil em SP

Na quarta-feira (3), um pastor evangélico da Assembleia de Deus Ministério Belém foi preso em flagrante por compartilhar vídeos de pornografia infantil.

04/07/2024 às 07h45 Atualizada em 05/07/2024 às 07h35
Por: Redação Fonte: DCM
Compartilhe:
Pastor é preso após compartilhar vídeos de pornografia infantil em SP

Agnaldo Roberto Betti – Foto: Reprodução
A operação contou com a participação de policiais federais e militares, que cumpriram o mandado de prisão. O caso aconteceu no Jardim Santo Antônio, em Valinhos (SP).

Agnaldo Roberto Betti, que possui 457 mil seguidores nas redes sociais, incluindo um canal no YouTube onde oferece lições bíblicas, foi surpreendido pela Polícia Militar em sua própria casa. O líder religioso, de 58 anos, foi flagrado acessando os conteúdos por meio de um aplicativo e tentou deletar os arquivos, mas não conseguiu. “Ele continuou a adquirir e compartilhar diversos vídeos e imagens de conteúdo de violência sexual infantojuvenil”, informou a Polícia Federal.

A prisão de Betti faz parte da Operação Escudo da Inocência, que visa proteger crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual. Após ser detido, ele foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal e, posteriormente, será levado ao sistema penitenciário, onde aguardará os trâmites legais da 9ª Vara Federal de Campinas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.