Publicidade

Esquerda vence eleição na França e derrota extrema-direita

No entanto, nenhum agrupamento obteve uma maioria clara

07/07/2024 às 18h07 Atualizada em 08/07/2024 às 04h01
Por: Redação
Compartilhe:
Esquerda vence eleição na França e derrota extrema-direita

Jean-Luc Mélenchon (Foto: ERIC GAILLARD/REUTERS)

Reuters - A coalizão de esquerda da França, Nova Frente Popular, ganhou o maior número de cadeiras no segundo turno das eleições parlamentares, disseram os principais institutos de pesquisa neste domingo (7), colocando-os no caminho para uma vitória inesperada sobre o partido de extrema-direita Reagrupamento Nacional (RN), mas sem atingir a maioria absoluta no parlamento.

Uma estimativa da IFOP para a emissora TF1 disse que a Nova Frente Popular poderia ganhar 180-215 assentos no parlamento no segundo turno, enquanto uma pesquisa da Ipsos para a France TV projetou 172-215 assentos para o bloco de esquerda.

Uma pesquisa da Opinionway para a C News TV disse que a Nova Frente Popular ganharia 180-210 assentos, enquanto uma pesquisa da Elabe para a BFM TV projetou um intervalo de 175-205 assentos para eles.

O bloco centrista do presidente Emmanuel Macron foi visto ligeiramente à frente do partido RN de Marine Le Pen na disputa pelo segundo lugar, de acordo com essas pesquisas.

São necessárias duzentas e oitenta e nove cadeiras para uma maioria absoluta na Assembleia Nacional, a câmara baixa do parlamento da França.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.